PreservaSP
17/Setembro/2019, 01:55:04 am *
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registe-se.

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias:


Abaixo-assinado pela criação do Parque de Pinheiros, o 1o. do bairro! Assine e divulgue!


 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Login Registre-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Páginas da vida - Revista da Folha  (Lida 1604 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.
Tatiane Cornetti
Administrator
Membro Master
*****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 646


Ver Perfil Email
« : 07/Março/2010, 11:08:42 pm »

Páginas da vida
A ROTINA DOS PAULISTANOS DESDE MEADOS DO SÉCULO 18 ATÉ O INÍCIO DO SÉCULO 20 RESGATADA EM DOCUMENTOS NO SITE DO ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO REVELA QUE PROBLEMAS PERSISTEM
por Ivy Farias

Foi por meio de um ofício que o engenheiro do primeiro distrito José Porfírio de Lima comunicou que as águas das várzeas do "Ó (na Freguesia), bem como a do rio Pinheiros, estavam praticamente tocando nas pontes próximas". O engenheiro fiscal José de Mello também pediu ao poder público que fossem tomadas as devidas providências sobre uma enchente que arrebatou um aterro.

As reclamações de ambos não são novidade para os paulistanos. São bem atuais para uma população que enfrenta uma das temporadas mais chuvosas dos últimos 15 anos.

Apesar de parecer que foram escritos ontem, os dois ofícios datam do século 19: o primeiro, de 10 de janeiro de 1862, endereçado ao então presidente da província (que equivale a governador), João Jacinto de Mendonça.

Já o segundo foi escrito no dia 28 de março de 1868 e enviado a Joaquim Saldanha Marinho, presidente da província à época. Documentos como esses podem ser consultados na página "Viver em São Paulo" do site do Arquivo Público do Estado (www.arquivoestado.sp.gov.br/viver).

Com alguns cliques, é possível saber quais eram as questões em voga de 1765 a 1912, período disponível na internet. "Os problemas continuam os mesmos, só que em dimensões bem maiores", constata Carlos Bacellar, coordenador do Arquivo Público do Estado e professor de história do Brasil colonial da USP (Universidade de São Paulo).

Digitando enchente no campo de buscas da seção ofícios do site é possível encontrar dez documentos referentes ao problema que assombra os paulistanos desde aquela época.

Limpeza urbana é outra pauta que frequenta a agenda oficial da cidade desde 1856, ano em que os vereadores da Câmara Municipal solicitaram uma "sentinela rondante entre as 5h e as 7h da manhã e das 7h às 9h da noite para evitar que continuem fazendo dela um depósito de lixo".

O passado e o presente do paulistano têm mais pontos de interseção do que se pode imaginar. "Os problemas são recorrentes. Antes, as pessoas reclamavam da falta de bonde e cobravam medidas de saneamento. Hoje, aumentou apenas o volume de demandas", explica Bacellar.

O mergulho no arquivo digitalizado serve ainda para entender como as administrações passadas enfrentaram o desafio da melhoria da infraestrutura urbana. Em abril de 1842, o então presidente da província, o barão de Monte Alegre, recebeu do administrador Francisco Antonio de Miranda uma ordem para construir uma nova ponte sobre o rio Tietê com o objetivo de melhorar o transporte de "animais pelos tropeiros que ali passam".

Passados 168 anos, a cidade aguarda a inauguração das novas faixas e de três novas pontes de grande porte (Complexo Tamanduateí/Av. do Estado, Cruzeiro do Sul e Tatuapé) na marginal Tietê. São obras que prometem melhorar a circulação da frota de 6,5 milhões de veículos que engarrafam a metrópole, de acordo com a CET (Companhia de Engenharia e Tráfego).

No túnel do tempo dos documentos do site constata-se que as reclamações no quesito ordem pública são eternas. Destino certo para quem procura bugigangas eletrônicas hoje, o bairro da Santa Ifigênia era, em maio de 1829, um ponto de encontro de "escravos baderneiros", na visão de Antonio Joaquim de Sampaio Santos.

O morador pediu ao brigadeiro comandante das armas de São Paulo à época, Francisco de Lima e Silva (pai de Duque de Caxias), um patrulhamento extra aos domingos e dias santos, já que as festas com jogos e danças sempre terminavam em desordem.

Em 2009, o Psiu (Programa de Silêncio Urbano) recebeu 33.673 reclamações em toda a cidade. Foram aplicadas 885 multas no período, em que 15,28% das queixas eram referentes a barulho causado por bares após 1h da madrugada. As subprefeituras que mais receberam reclamações foram Sé, Pinheiros e Butantã.

Para o coordenador do Arquivo Público do Estado, a disponibilidade on-line de documentos antigos que falam de problemas de hoje e de ontem colabora para a formulação de novas políticas públicas. "Os ofícios são uma prova da ação do Estado", explica. "A intenção do arquivo é contribuir também para que o poder público não repita bobagens."

É um resgate da memória sobre o que a administração pública fez ou deixou de fazer. "São dados que podem ajudar a tomar decisões administrativas no futuro", acredita Bacellar. Tudo a apenas um clique.

memória on-line

Por dentro do Arquivo Público do Estado

>> 250 mil documentos estão disponíveis em www.arquivoestado.sp.gov.br/viver; a meta é chegar ao final do ano com 2 milhões

>> Os ofícios que podem ser consultados datam de 1765 a 1912 (correspondem aos comunicados entre prefeitura e governo do Estado)

>> Até o final de 2010, devem estar disponíveis os ofícios gerais, feitos pela população

>> A página "Viver em São Paulo" também traz fotos e material de cinco periódicos da época: "A Lua", "A Cigarra", "A Vida Moderna", "Correio da Semana" e "Vida Paulista"

rastros do século 21
Uma mostra de questões atuais que serão um desafio para as futuras gerações

>> Choveu 93% acima do esperado em janeiro de 2010: um total de 461,3 mm, conforme o Centro de Gerenciamento de Emergências

>> De acordo com a CET (Companhia de Engenharia e Tráfego), às 18h30 de 26 de janeiro de 2010, São Paulo teve 175 km de lentidão, índice mais alto deste ano; em 2009, o recorde foi de 293 km às 19h em 10 de junho

>> São Paulo produz 15 mil toneladas de lixo por dia, de acordo com a prefeitura



Publicado na Revista da Folha 07/03/2010
http://www1.folha.uol.com.br/revista/rf0703201012.htm

Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.4 | SMF © 2006, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!