PreservaSP
13/Dezembro/2019, 05:53:20 am *
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registe-se.

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias:


Abaixo-assinado pela criação do Parque de Pinheiros, o 1o. do bairro! Assine e divulgue!


 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Login Registre-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: O Theatro Municipal de São Paulo  (Lida 29870 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.
Tatiane Cornetti
Administrator
Membro Master
*****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 646


Ver Perfil Email
« : 01/Julho/2011, 11:27:08 am »

O Theatro Municipal de São Paulo
Renê Castro



O surgimento
Em 12 de setembro de 1911, um sonho foi realizado. A cidade de São Paulo ganhara, finalmente, um teatro municipal. Mas não era qualquer teatro, e sim um centro cultural que, na época, arrancou aplausos de todos, dos amantes aos críticos de arte, dos paulistanos e também dos turistas. A arquitetura ousada, inspirada nos movimentos renascentista e barroco, posicionaram o Theatro Municipal como um dos principais edifícios do gênero no país.

Era um desejo antigo da população, que desde 1898 estava órfão de um grande complexo cultural. O Teatro São José, na Praça João Mendes, era o ponto de encontro da época, mas foi vítima de um incêndio que destruiu não só sua estrutura, mas também o desejo dos paulistanos de conferirem importantes manifestações artísticas. Não se tratava apenas de cultura, e sim de glamour, de integração com o alto escalão da cidade. Da sensação de ter um passatempo até então desfrutado com requinte apenas no continente europeu.

Da apresentação de Hamlet, de Ambroise Thomas, em sua estreia, à fatídica Semana de Arte Moderna de 1922, o Theatro Municipal se destacava em meio a uma região gloriosa, repleta de atrativos, como a Catedral Metropolitana (Praça da Sé) e a Estação da Luz. O tempo passou, as visões de mundo mudaram, mas o teatro seguiu como principal casa de espetáculos da cidade. A fama do espaço correu o mundo, incentivando artistas renomados a cravaram seu nome na programação - e a pessoas se enfileirarem em busca de ingressos. É neste momento que São Paulo passa a fazer parte do calendário de cultura do mundo.

As reformas
Veio então a primeira grande reformulação do teatro, em 1952. Após dois anos de recesso, o Theatro Municipal reinaugurou e mostrou à cidade uma faceta moderna, fruto da aparente necessidade de evolução que reinava na sociedade. Em meados de 1981, o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico tombou o Theatro Municipal, tornando-o parte do Patrimônio Histórico do estado. O título rendeu, quatro anos mais tarde, mais uma revitalização, desta vez com o foco exatamente inverso. A ideia de resgatar as origens do teatro perdurou por três anos, até que, em 1988, a população pode rever a fachada que há 77 anos arrancava suspiros de quem passasse pela região.

Degradação do centro
A execução do projeto agradou, mas perdeu parte de sua importância pelo mau momento vivido pelo centro da cidade. Os prédios históricos da região foram esquecidos na mesma velocidade que o local se transformou em um ponto perigoso, tomado por traficantes de drogas, viciados, prostitutas e indigentes. O que era para ser uma sala de visitas se transformou no terreno dos fundos.
Os imóveis estavam sem condições de uso, o comércio passou a sobreviver da venda de produtos piratas e a administração pública, na tentativa de solucionar outros problemas, construiu viadutos, calçadões e instalou famílias sem-teto em prédios abandonados. Nada adiantou, e o pior: as ações desvalorizaram ainda mais a região.

Projeto de revitalização
Nos últimos anos, porém, os governos da capital e do estado trabalham para recuperar monumentos do centro. A Estação da Luz, a Pinacoteca e a Sala São Paulo já passaram por este processo, apesar de conviverem ainda com o pobre reduto da região. A Cracolândia, tomada por usuários e traficantes de drogas, será desapropriada e suas construções demolidas. Os dez quarteirões de área serão leiloados a empresas. Já a área do Theatro Municipal ganhará o reforço de um projeto audacioso, chamado “Praça das Artes”. A prefeitura trabalha no plano desde 2006 para transformar 30 mil metros quadrados em uma espécie de núcleo cultural. A construção será entre a avenida São João e as ruas Conselheiro Crispiniano e Formosa. Salas de ensaio, de aulas, cafés, restaurante e até um cinema farão parte do local.
É o que falta para a maior estrela da cidade voltar a brilhar, desta vez ao lado de outras constelações.



Publicado no Site Band.com (12/06/2011)
http://www.band.com.br/entretenimento/cultura/noticia/?id=100000438476
« Última modificação: 01/Julho/2011, 11:33:23 am por Tatiane Cornetti » Registrado
Tatiane Cornetti
Administrator
Membro Master
*****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 646


Ver Perfil Email
« Responder #1 : 01/Julho/2011, 11:35:43 am »

Pronto para mais 100 anos, Theatro Municipal de São Paulo reabre após reforma
Complexo é um dos mais importantes do centro da cidade
Renê Castro


Theatro Municipal resgata arquiquetura da década de 1910 / Foto: Sylvia Masini

Depois de dois anos de trabalho, R$ 26,2 milhões investidos e muita expectativa, o Theatro Municipal de São Paulo se prepara para mais um momento histórico em sua trajetória de exatos 100 anos. Trata-se da sua terceira reinauguração, que acontece neste domingo, dia 12, em pleno Dia dos Namorados.

O romantismo da data se confunde com o sentimento nostálgico de quem terá a oportunidade de curtir novamente a arquitetura que inspirou concertos memoráveis, exposições revolucionárias e apresentações de arrepiar. No Salão Nobre, o visitante encontrará bustos, detalhes em bronze, colunas neoclássicas, cristais e paredes decoradas. Tudo exatamente como em 1911, quando o prédio era sinônimo de glamour.
O palco que já recebeu nomes como Heitor Villa-Lobos, hoje se diz pronto para expor o que há de melhor no cenário cultural.

“Buscamos resgatar todas as características originais do edifício. Trabalhamos para deixá-lo o  mais parecido possível com aquele complexo de 1911”, afirma a diretora administrativa do Theatro Municipal, Beatriz Franco do Amaral, em entrevista ao eBand. A executiva revela que o palco do teatro foi o único espaço que recebeu toques de modernização, justamente para se adequar às novas demandas de escolas de dança e orquestras. “A tecnologia que implantamos poderá ser usada para os próximos 20 anos”, garante ela.

E quem vai testar as inovações é nada menos que a Orquestra Sinfônica Municipal, que ao lado do Coral Lírico e do Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo, faz a estreia da nova estrutura. “Nesses dois anos, a cidade sentiu muita falta do teatro. O carinho da população pelo foi retratada pelos inúmeros e-mails que recebemos. Para se ter uma ideia, tem gente que virá de outros estados para recepcionar o nosso teatro. É um orgulho pra nós devolvê-lo nas condições que está agora”, conta Beatriz, claramente satisfeita com o trabalho desenvolvido pelos cerca de 100 profissionais envolvidos na revitalização. São especialistas que direcionaram esforços no restauro de paredes, vitrais, fizeram a limpeza de bronze e metais, entre outros. O caso mais interessante são dos assentos do complexo, que voltaram a receber tecido vermelho.

“Em uma das reformas do teatro, foram colocados tecidos verde, e nessa remodelação decidimos retomar ao design original. Enviamos as cadeiras para Curitiba, onde foram restauradas. Elas voltaram para nós com o tom original da madeira, aquele de 1911. Os rangidos, principal reclamação dos músicos, não existem mais também. Fora isso, trocamos o estofado de espuma, que tirava parte a acústica do local. Agora elas são feitas em monobloco, uma técnica que injeta espuma na estrutura”, explica Beatriz Amaral.

As crônicas e fotos da época ajudaram a equipe a planejar um café, que foi construído sob uma laje, feita na década de 1980 (clique aqui e saiba mais sobre a história do complexo). A principal novidade da reinauguração funcionará, em um primeiro momento, de acordo com a demanda, mas terá menu de almoço, além de doces, salgados, lanches sucos e refrigerantes. “O café do Theatro Municipal era o lugar mais atraente da cidade. Queremos que a população usufrua, por exemplo, de um tradicional chá da tarde. Com o tempo isso voltará a acontecer, tenho certeza”, acredita ela. Nas óperas de longa duração, a diretora adianta que será servido jantar, com direito a garçons e ticket de reserva de mesa.

Vale ressaltar que toda a reforma foi capitaneada pelas arquitetas Lilian Jaha e Rafaela Bernardes, com o aval do secretário da Cultura, Carlos Augusto Calil. Ao comentar sobre os bastidores, Beatriz esbanja confiança. “Sabíamos que tudo daria certo. Tivemos um período de pesquisa muito importante. O resto foi execução. Estamos prontos para viver mais 100 anos.”

Números da última reforma do Theatro Municipal
- 14.262 pedaços de vidro dos vitrais recuperados
- 487 portas restauradas
- 74 cortinas trocadas
- 2,5 mil maçanetas e ferragens trocadas
- 1 mil metros quadrados de novos carpetes e passadeiras
- 1.595 poltronas e cadeiras tiveram o estofado verde substituído pelo vermelho
- 1.114 quilos de latão foram usados na decoração do restaurante
- 336 ornamentos externos foram renovados
- 50 quilômetros de fiação foram trocados



Publicado no Site Band.com (12/06/2011)
http://www.band.com.br/entretenimento/cultura/noticia/?id=100000438463
« Última modificação: 01/Julho/2011, 11:40:25 am por Tatiane Cornetti » Registrado
Tatiane Cornetti
Administrator
Membro Master
*****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 646


Ver Perfil Email
« Responder #2 : 01/Julho/2011, 12:54:35 pm »

Veja mais fotos...
http://g1.globo.com/sao-paulo/fotos/2011/06/confira-fotos-do-teatro-municipal-de-sp-apos-reforma.html





Veja o Teatro Municipal de SP em 360º
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/06/veja-o-teatro-municipal-de-sp-em-360.html



Site Theatro Municipal
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/theatromunicipal/programacao/index.php?p=5813
« Última modificação: 01/Julho/2011, 01:01:17 pm por Tatiane Cornetti » Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.4 | SMF © 2006, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!