PreservaSP
17/Fevereiro/2020, 10:20:20 pm *
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registe-se.

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias:


Abaixo-assinado pela criação do Parque de Pinheiros, o 1o. do bairro! Assine e divulgue!


 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Login Registre-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: Casarão tombado do século 16 tem geladeira e lixo no jardim  (Lida 3976 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.
Gabriel
Administrator
Membro
*****

Karma: 0
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 120


Secretário-Geral

rostey@ig.com.br
Ver Perfil Email
« : 14/Julho/2011, 12:32:22 pm »

São Paulo, quinta-feira, 14 de julho de 2011 
Casarão tombado do século 16 tem geladeira e lixo no jardim
EDUARDO GERAQUE
DE SÃO PAULO

Uma geladeira de sorvetes ajuda a compor a decoração do jardim do histórico casarão que fica dentro do parque do Jaraguá (zona norte de SP).
Na frente do que talvez era a antiga senzala da casa, que pode ter abrigado o bandeirante Afonso Sardinha (o filho), um fogão. Ao lado, lixo e muita bagunça.
O local abandonado pelo poder público é uma casa que data de aproximadamente 1580, segundo informa a placa que fica do lado de fora da grade do imóvel.
"Não temos autorização para ninguém entrar. O casarão funciona como um hotel. Ele está fechado ao público. Quem administra é a dona Iracema [uma espécie de caseira do local]", diz um segurança do parque.
O prédio é tombado pelo patrimônio histórico do Estado de São Paulo. O parque estadual do Jaraguá, como faz parte do cinturão verde da capital paulista, também é considerado patrimônio mundial da humanidade.
A frase do guarda é emblemática. Ninguém no local sabe ao certo quem toma conta da casa de taipa de pilão, que fica no pé do pico do Jaraguá.

ALBERGUE
Há mais de 20 anos, em 1986, segundo reportagem da Folha da época, o prédio passou para a administração da Associação Paulista de Albergues da Juventude.
Ela foi cedida por meio de um comodato, de "uns 20 anos", diz a secretaria estadual de Meio Ambiente.
A informação da entidade que cuida de albergues é que nada mais funciona lá. E o prédio, que no ano passado chegou até a abrigar uma festa infantil, segundo informações da ONG Pick-upau, não está aberto ao público.
O albergue, que funcionava lá com o nome de Magdalena Tagliaferro Hostel, aparece nos guias oficiais da categoria feitos até 2008.
Nenhum dirigente da associação, ainda responsável pelo local histórico, foi localizado para falar sobre o tema.
A preservação do patrimônio histórico e público -a casa pode ser uma das mais antigas ainda em pé no Estado- entrou em debate na última reunião do Consema (Conselho Estadual de Meio Ambiente). Os dirigentes do órgão mandaram o Estado retomar a posse do casarão.
De acordo com a PGE (Procuradoria-Geral do Estado), a ação para reintegração de posse está protocolada na Justiça desde 7 de julho.
O órgão não quis informar quem é o réu da ação.
 
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1407201108.htm
Registrado
johnata zorzi
Administrator
Novato
*****

Karma: 0
Offline Offline

Sexo: Masculino
Mensagens: 34



Ver Perfil Email
« Responder #1 : 15/Novembro/2011, 07:33:36 pm »

.
Vejam fotos deste casarão, tiradas em dezembro de 2006:

http://www.flickr.com/photos/johnata/335774246/in/photostream

Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.4 | SMF © 2006, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!