PreservaSP
30/Novembro/2020, 05:45:12 pm *
Bem-vindo, Visitante. Por favor faça o Login ou Registe-se.

Login com nome de usuário, senha e duração da sessão
Notícias:


Abaixo-assinado pela criação do Parque de Pinheiros, o 1o. do bairro! Assine e divulgue!


 
   Home   Ajuda Pesquisa Calendário Login Registre-se  
Páginas: [1]   Ir para o Fundo
  Imprimir  
Autor Tópico: MENSAGEM IMPORTANTE DA ASSOCIAÇÃO PRESERVA SÃO PAULO À POPULAÇÃO  (Lida 27 vezes)
0 Membros e 1 Visitante estão vendo este tópico.
Jorge
Administrator
Membro
*****

Karma: 0
Offline Offline

Mensagens: 125


Ver Perfil WWW
« : 10/Novembro/2020, 07:32:13 pm »



Desde 2007 a Associação Preserva São Paulo realiza um trabalho voluntário em defesa da cidade. Esse trabalho nos deu um razoável conhecimento dos problemas urbanos, e também do assombroso grau de corrupção, despreparo e deboche da degradada política municipal.

Por determinação do nosso estatuto e pela nossa consciência, nossa associação nunca apoiou ou apoiará qualquer partido ou candidato. Jamais recebemos um centavo do setor público ou de empresas, e nos orgulhamos de nossa independência. Processamos judicialmente todos os prefeitos desde 2007, e ajuizamos ações civis públicas e ações populares contra atos de corrupção de vereadores.

Porém, pela primeira vez em nossa história, neste momento crítico para a cidade, que antes mesmo da pandemia já havia atingido seu ponto baixo em 566 anos de existência, pedimos à população que NÃO vote em determinado candidato – o atual prefeito, Bruno Covas. Pedimos que leiam com atenção o que temos a dizer, e se ainda tiverem dúvidas, que chequem os fatos apresentados.

 A concorrência é duríssima, mas a atual gestão conseguiu superar todas as outras em matéria de incompetência, arrogância, prepotência e falta de seriedade. Começando pela questão do patrimônio histórico e meio ambiente, principais áreas de atuação da Associação Preserva São Paulo, a atual gestão esvaziou o DPH e o Conpresp, sendo que neste último, uma manobra da prefeitura levou à nomeação de um conselho mais simpático ao setor imobiliário. Sem falar da destruição do Anhangabaú, que merece ser considerada sem exagero como o maior desastre urbanístico de todos os tempos – alardeado inicialmente como a grande vitrine da gestão Covas, agora o prefeito tenta a todo custo esconder.

Com relação ao combate ao coronavírus, impossível atuação mais calamitosa do que a da prefeitura de São Paulo. Embora o número de ônibus em circulação tenha diminuído drasticamente desde o início da pandemia, a prefeitura manteve os repasses às empresas de ônibus, ou seja, enquanto os custos dessas empresas diminuíam significativamente, a renda recebida da prefeitura não foi reduzida em um só centavo. A consequência foi que, com muito menos ônibus, a lotação aumentou, mesmo nos períodos de maior isolamento social, embora as empresas continuassem recebendo os mesmos valores bilionários da prefeitura. É impossível saber o número de pessoas que morreram devido a essa política irresponsável (e suspeita para dizer o mínimo), mas o fato é que São Paulo é a segunda cidade do mundo com maior número de mortes por coronavírus, atrás apenas de Nova York.

Existe, no entanto, outra ação absurda da prefeitura que resultou num aumento no número de mortes pela doença relativamente quantificável: o rodízio ampliado implantado em maio superlotou ônibus, trens e metrôs, e como resultado no final de maio a curva de mortes na cidade aumentou, caindo somente uma semana depois, exatamente a duração do rodízio ampliado. Nenhuma outra cidade do mundo implantou tal medida, porque os trágicos resultados eram previsíveis, exceto para o prefeito e seus assessores. Portanto, as ações e omissões desastradas, para não dizer criminosas, da atual gestão, comprovadamente MATARAM PESSOAS por coronavírus.

Em todos os demais serviços públicos municipais houve uma significativa piora na qualidade. Num dos vários escândalos documentados da atual administração, técnicos qualificados em cargos-chave foram demitidos e substituídos por indicações políticas, parentes e por... amigos de balada do prefeito e de seu braço-direito Gustavo Pires. Essas outras medidas destituídas de bom senso e de ética levaram a uma rápida e significativa deterioração da qualidade da administração municipal. Uma lista de nada menos que 30 denúncias, todas documentadas, foi compilada envolvendo o atual prefeito e pode ser consultada no seguinte link: http://www.preservasp.org.br/forum/index.php/topic,975.msg1678/topicseen.html#msg1678 ; a lista possui alguns meses e já está defasada, pois novos escândalos e irregularidades vieram à tona, como a contratação de uma produtora de vídeo de fundo de quintal para acompanhar o dia-a-dia do prefeito por nada menos que 10 milhões de reais.

Embora a gestão Covas seja a mais catastrófica da história de São Paulo, a figura apagada e medíocre do atual prefeito não é o único problema; ele é apenas uma das milhares engrenagens emperradas a serviço de seu inescrupuloso chefe político, de seu corrupto partido político, de seu sinistro grupo político, e do falido sistema político ao qual pertence, contra os quais os manifestantes de 2013 se insurgiram. O eleitor se arrependeu de votar em Pitta em 96, em Marta em 2000 (que perdeu a reeleição), em Serra em 2004 (que abandonou a prefeitura pouco depois), em Kassab em 2008, em Haddad em 2012 (perdeu a reeleição no primeiro turno) e em Dória em 2016. Irá se iludir novamente com a propaganda enganosa (e milionária) do atual mandatário? O preço a se pagar é ainda maior do que nas eleições anteriores.

ASSOCIAÇÃO PRESERVA SÃO PAULO
Registrado
Páginas: [1]   Ir para o Topo
  Imprimir  
 
Ir para:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1.4 | SMF © 2006, Simple Machines LLC XHTML 1.0 Válido! CSS Válido!