PreservaSP

PreservaSP => SOS Quarteirão do Itaim => : Jorge 04/February/2011, 03:38:43 PM



: Carta aberta ao Prefeito Kassab
: Jorge 04/February/2011, 03:38:43 PM
Carta aberta ao Prefeito Kassab

 
(Ou: como fazer um bom governo e recuperar a popularidade perdida)

 

São Paulo, 25 de janeiro de 2011.

 
Prezado prefeito Gilberto Kassab:
 

Esta carta foi motivada por sua insistência em vender para o setor imobiliário o chamado “Quarteirão da Cultura” do Itaim Bibi, uma área pública com 20 mil metros quadrados que, além de constituir a mais tradicional área verde do bairro, com inúmeras árvores centenárias e de grande porte, abriga praticamente todos os serviços públicos da região: duas escolas, creche, unidade da APAE, Centro de Atenção Psico-social, posto de saúde, o Teatro Décio de Almeida Prado e a Biblioteca Anne Frank (os dois últimos recentemente reformados pela própria prefeitura).

Sua justificativa é que com o dinheiro da venda serão construídas 200 creches, porém, senhor prefeito, não consigo compreender como é que com um orçamento de 35 BILHÕES de reais – pagos pelo contribuinte – não haja dinheiro para construir tais creches e muitas mais. Caso o motivo seja mesmo falta de dinheiro, me permita dar algumas sugestões de como fazer as creches sem indignar parte da população do bairro do Itaim e sem a necessidade de recorrer a expedientes bastante polêmicos e duvidosos como esse de vender um patrimônio público de grande importância ambiental, cultural, social e histórica para o bairro do Itaim Bibi e para a cidade. Ressalto que não tenho a pretensão de inventar a roda com tais sugestões, que constituem simplesmente práticas de boa administração pública já consagradas nos países desenvolvidos:

- Deixe de andar de helicóptero (público) para ir à prefeitura e se deslocar pela cidade[1]. Nos países nórdicos, ministros e chefes de governo vão para o trabalho de bicicleta ou de ônibus, o que talvez seja pedir demais a Vossa Excelência, mas gostaria de lembrar que até o automóvel é um meio de transporte incomparavelmente mais econômico e menos poluidor que o helicóptero.
- Corte os gastos com propaganda oficial, que boa parte da população considera uma das piores maneiras de desperdiçar dinheiro público. Só em 2010 foram R$ 126 milhões[2], o suficiente para construir 50 creches[3]. Para um bom governante, publicidade oficial não é necessária; para um mau governante, não resolve.
- Reduza o número de secretarias de seu governo – são 27. Os Estados Unidos, país mais rico do mundo, têm apenas 15 secretarias (o equivalente a ministérios no Brasil).
- Ao invés de gastar dinheiro público em projetos bilionários e de utilidade duvidosa, como o prolongamento da Avenida Roberto Marinho, invista na manutenção e na conservação do patrimônio público – isso sim é ter respeito pelo dinheiro dos nossos impostos.
- Corte o número de funcionários indicados não pela competência, mas devido a barganhas com aliados políticos. São 5 milhões gastos por mês com funcionários não concursados somente nas empresas de capital misto da Prefeitura, vários deles com salários de 19.500 reais[4]. Esse dinheiro é suficiente para construir 24 creches por ano.
- Não ignore a opinião pública. Dê mais atenção a ela do que ao cartel dos ônibus, por exemplo, na hora de tomar decisões tais como elevar a tarifa para 3 reais – a mais cara do Brasil, da América Latina, dos países emergentes e uma das mais caras do mundo.
- Faça da transparência e do combate à corrupção prioridade absoluta de seu governo. Vossa Excelência poderia ser o primeiro a dar o exemplo, explicando de maneira satisfatória como seu patrimônio se multiplicou justamente na época em que foi secretário de Celso Pitta e deputado federal, e pondo dessa forma fim a quaisquer dúvidas sobre seu enriquecimento[5].

Senhor prefeito, as medidas acima não são nem um pouco complexas e não exigem nenhum grande sacrifício; pelo contrário, são simples e realistas, podendo ser aplicadas de imediato; nada mais constituem do que regras essenciais de boa governança que consistem em administrar a cidade com um mínimo de eficiência. Rogo que siga meu humilde conselho, e lhe garanto que a popularidade voltará a lhe sorrir, e não faltará dinheiro para construir as creches que forem necessárias e para cumprir outras promessas de campanha. Nada tenho de pessoal contra Vossa Excelência, apenas me preocupo com o lugar onde nós dois vivemos, junto com mais 10 milhões de pessoas.

Respeitosamente,

Jorge Eduardo Rubies
Presidente da Associação Preserva São Paulo

Abaixo-assinado em defesa do Quarteirão da Cultura: http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/7756


Notas:

1 - Segundo a Vejinha, Kassab é “um dos grandes usuários de helicóptero da cidade” http://vejasp.abril.com.br/revista/edicao-2137/excesso-de-helicopteros-em-sao-paulo-deve-acabar

2 - http://www.estadao.com.br/noticias/geral,kassab-preve-gasto-recorde-com-publicidade-em-2010,478571,0.htm

3 - Considerando o custo de 2,5 milhões de reais por creche: http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/11048

4 - http://www.estadao.com.br/noticias/geral,kassab-paga-r-5-mi-por-mes-a-nao-concursados,389267,0.htm

5 - http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u62245.shtml



Sorry, the copyright must be in the template.
Please notify this forum's administrator that this site is missing the copyright message for SMF so they can rectify the situation. Display of copyright is a legal requirement. For more information on this please visit the Simple Machines website.